Case Estúdio Fotográfico

Caracterização do cliente:

Nome da empresa: Diffuser Serviços Fotográficos

Natureza da atividade da empresa atendida: Fotografia

Número de empregados: 10 colaboradores

Cidade/estado: Matriz – Curitiba

 Período de realização do trabalho: de novembro de 2007 a junho de 2008.

 Objetivo do Projeto: O objetivo do projeto consiste na melhoria da gestão de marketing e vendas da empresa através da informatização dos processo comercias.

 Diagnóstico da situação encontrada pelo consultor: Foi realizado um diagnóstico interativo com a diretoria, onde foram apontados os pontos fortes e fracos do setor. Através das sinalizações já manifestadas, foi realizado um processo de interatividade com a equipe para conhecer profundamente os processos e necessidades de ajustes e inovações.

 Através do Diagnóstico a empresa apresentou:

  • Ergonomia ambiental inadequada para execução dos serviços;
  • Sistema de informações obsoletos e em desuso;
  • Falta de gerenciamento estratégico das informações em geral;
  • Falta de planejamento estratégico para execução de projetos;
  • Histórico de perda de clientes expressivos;
  • Clientes inativos ou insatisfeitos devido a falta de comunicação e interação;
  • Resultados abaixo do esperado dos vendedores;
  • Equipe com necessidades de motivação e capacitação.

  Ações sugeridas e implantadas pela consultora:

  1.    Informatização de processos comerciais através da implantação do CRM – Customer Relationship Management.

  • Foi estruturado um sistema de CRM customizado juntamente com parceiro especializado para atender as necessidades específicas do estúdio com relação a gestão de vendas, relacionamento e fidelização de clientes e melhor aproveitamento das oportunidades de negócios espontâneas  visando economia com exposições em shoppings.

 Benefícios para a empresa: 

  • Conhecimento do perfil de cada cliente.
  • Atendimento de forma personalizada.
  • Marketing Direto – Campanhas segmentadas pelo banco de dados através de características comuns, explorando o potencial de negócios de cada cliente.
  • Automatização e padronização de ações comerciais.
  • Programação de visitas e follow-ups.
  • Controle do estágio de cada negociação.
  • Análise de probabilidades de fechamento.
  • Previsões de vendas.
  • Planejamento estratégico de vendas.
  • Mensuração de resultados sintéticos e analíticos por vendedor, produtos, região, etc.
  • Automação de Força de Vendas: Padronização de propostas e sistematização de técnicas de negociação e gerenciamento.
  • Fidelização de clientes e melhor aproveitamento das oportunidades de negócios espontâneas.
  • Economia com exposições em shoppings.
  • Serviço de Atendimento ao Cliente (SAC) –  Acompanhamento do nível de satisfação dos clientes, identificando problemas e oportunidades através de pesquisas dirigidas ou mantendo um canal permanente de comunicação para que o cliente possa expor suas necessidades.
  • Suporte Técnico – Orientação  dos clientes sobre produtos e serviços, correção de erros e manutenção de um banco de dados de conhecimento, com sugestões de novas funcionalidades e soluções para problemas comuns.
  • Inteligência de Negócios – Análise de forma global dos esforços e resultados, através do uso gerencial dos dados para aprimorar produtos e processos, redirecionar ações, descobrir oportunidades e acompanhar os níveis de produtividade das equipes de trabalho.

 2.   Reestruturação ergonômica do ambiente de vendas.

 Foram detectadas deficiências e efetuadas melhorias nos itens abaixo:Foram detectadas deficiências e efetuadas melhorias nos itens abaixo:

  • Iluminação adequada, evitando sonolência
  • Cores neutras e estimulantes
  • Acústica – adoção de divisórias especiais com tratamento acústico adequado.
  • Recomposição do ambiente com maior aproveitamento de espaço e privacidade para cada colaborador.
  • Humanização do ambiente – Quadros e som ambiente.

  3.    Implantação de planos de fidelização de clientes e Pós-vendas.

 Através da implantação do CRM, foram implementados planos de fidelização e pós –vendas, através do site, com gerenciamento das informações entrantes, e campanhas específicas desenvolvidas juntamente com agência de publicidade.

  4.    Capacitação da equipe de vendas.

 Toda equipe, aderiu aos novos processos, receberam treinamento e fizeram curso de capacitação e reciclagem no SEBRAE/PR.

 5.  Criação de campanhas e motivacionais.

 6. Planejamento de marketing para lançamento de novo produto.

 Estruturação do projeto trabalhando os seguintes itens:

  • Viabilidade Comercial
  • Construção do valor e conceito da marca
  • Posicionamento de mercado – Criação da Missão, Visão e Valores.
  • Desenvolvimento do Mix de produtos.
  • Criação de textos p/ folders e material publicitário.
  • Criação de campanhas promocionais.
  • Organização de eventos e merchandising.
  • Endomarketing.
  • Planejamento de mídia.
  • Viabilização e captação de parcerias.

  Outras ações sugeridas:

  • Treinamento e capacitação constante da equipe;
  • Criação de um SAC – Serviço de atendimento ao Cliente;
  • Criação de maior vínculo com os clientes através de cartão fidelidade;
  • Pesquisas de satisfação dos clientes;
  • Maior planejamento técnico para implantação de novos produtos e serviços.
  • Agir com previsibilidade.

 Resultados obtidos com a intervenção.

  • As informações tornaram-se mais claras, dinâmicas e transparentes; fluindo em tempo hábil para tomada de decisões;
  • Economia com exposições em shopping com melhor aproveitamento das demandas espontâneas advindas principalmente pelo site.
  • Redução de transtornos com faltas de informações das sessões fotográficas de cada cliente, onde tais informações passaram a ser disponibilizadas on line na agenda do fotógrafo.
  • Redução de problemas de uso indevido de fotos sem autorização dos clientes, a partir da implantação do sistema com registros das autorizações e geração de relatórios.
  • Maior controle e melhor gestão das tarefas das vendedoras internas e externas.
  • A empresa passou a se posicionar de forma mais competitiva, passando a criar diferenciais e planos de fidelização a partir de informações precisas e instantâneas;
  • O tratamento e relacionamento com o cliente foi reavaliado, criando-se a visão de relacionamentos de longo prazo;
  • Os ruídos internos e externos diminuíram significativamente devido a informação estar acessível a todos;
  • Aumento do foco em vendas e pós–vendas;
  • Foi minimizado significativamente o número de reclamações dos clientes e a demanda de insatisfações;
  • Foram otimizadas ações de Marketing Direto;
  • Gestão da Informação foi otimizada.

Case Ruah Editora

ruahCase de Reposicionamento de Mercado – Ruah comunicação e Marketing em Revistas

 

A editora Ruah, era focada em 2006, num jornal com foco para o público da terceira idade. Com a Mentoria/consultoria da consultora Thayane Fidelis, para os CEOs, Luiz Fernando e Ellen Nogueira, que na época, não estavam felizes com os resultados do negócio, sugeriu a migração do jornal para um formato de revista. A ideia foi aderida imediatamente, por este casal de empreendedores que são super visionários e competentes, e juntos começamos a trabalhar neste novo projeto, e foi criada a revista da maturidade, onde a mentora-consultora ajudou também na captação de clientes e vendas dos primeiros anúncios. Com o decorrer dos anos, a revista foi ganhando o mercado, crescendo e novamente se reposicionando, tornando a revista de maior influência no cotidiano dos curitibanos, sendo um sucesso de conteúdo e capas com as maiores estrelas do país. http://revistaviver.com.br/

viver 1

viver 2

Caracterização do cliente:

 Nome da empresa: Ruah Comunicação e Marketing em Revistas Ltda.

Natureza da atividade da empresa atendida: Comunicação e Marketing em Jornais e Revistas

Número de empregados: 10 colaboradores

Cidade/estado: Curitiba/ PR

www.ruahcomunicacao.com.br

Tel.(41) : 3018-8805  – (41) 8417-9098 Responsáveis: Luiz Fernando e Ellen Nogueira

Período de realização do trabalho: de abril de 2006 a abril de 2007.

 Objetivo do Projeto: Reposicionamento de mercado, buscando aumento de negócios , ampliação da carteira de clientes, estruturação do setor de vendas e gestão estratégica das informações.

 Diagnóstico da situação encontrada pelo consultor: Foi realizado um diagnóstico em reuniões com sócios,  e diretamente com o público alvo consumidor dos serviços.

Através do Diagnóstico a empresa apresentou:

  • Falta de foco, apresentando grande portfólio de serviços, não explorando seu melhor potencial de especialização;
  • Histórico de perda de clientes;
  • Baixa captação de negócios, devido a falta de foco;
  • Clientes inativos ou insatisfeitos, sem feedback;
  • Grande potencial de mercado não explorado;
  • Know how e credibilidade em um segmento específico do portifólio de serviços, não explorada de acordo com potencial evidente;
  • Necessidade de formação e preparação de pessoas;
  • Grande potencial de mercado a ser explorado.

Ações sugeridas pela consultora e que foram implantadas pela empresa Ruah Comunicação:

  1. Reposicionamento de mercado – Foco no produto de maior Know How
  2. Estruturação do setor Comercial – Contratação e treinamento
  3. Telemarketing – reestruturação dos processos e treinamento
  4. Implantação CRM
  5. Implantação de planos de fidelização de clientes e Pós-vendas – utilização da ferramenta CRM
  6. Estruturação para captação de negócios e novos patrocínios
  7. Busca e indicação de novos nichos de mercado
  8. Posicionamento em mídia especializada e eventos para divulgação da Revista
  9. Gerenciamento da informação;

10. Busca e tratamento de mailing list.

11. Estruturação da logística – distribuição e assinatura das revistas.

Benefícios para a empresa:

  • Maior visibilidade no mercado;
  • Conquista de parcerias de longo prazo;
  • Foco em negócios de potencial e lucrativos;
  • Fidelização de clientes;
  • Organização Interna e transparência nos processos;
  • Maior conhecimento do público alvo;
  • Conhecimento do perfil de cada cliente;
  • Atendimento de forma personalizada;
  • Sintonia e maior comprometimento de toda equipe, falando a mesma linguagem.
  • Marketing Direto – Campanhas segmentadas pelo banco de dados através de características comuns, explorando o potencial de negócios de cada cliente;
  • Automatização e padronização de ações comerciais;
  • Programação de visitas e follow-ups;
  • Controle do estágio de cada negociação;
  • Análise de probabilidades de fechamento.
  • Previsões de vendas.
  • Planejamento estratégico de vendas.
  • Mensuração de resultados sintéticos e analíticos por vendedor, produtos, região, etc.
  • Serviço de Atendimento ao Cliente (SAC) –  Acompanhamento do nível de satisfação dos clientes, identificando problemas e oportunidades através de pesquisas dirigidas ou mantendo um canal permanente de comunicação para que o cliente possa expor suas necessidades.
  • Inteligência de Negócios – Análise de forma global dos esforços e resultados, através do uso gerencial dos dados para aprimorar produtos e processos, redirecionar ações, descobrir oportunidades e acompanhar os níveis de produtividade das equipes de trabalho.

Resultados obtidos com a intervenção.

  • A empresa passou a focar em produtos e serviços de maior potencial, e de sua maior competência e resultados;
  • Foi revisto o posicionamento do produto principal – Jornal para a maturidade – e reformulada sua comunicação com o público, sendo lançado em versão de revista, onde foi realizado todo projeto de divulgação e busca de novos patrocinadores, e promovida uma festa de lançamento, com a presença da mídia. O lançamento da revista promoveu a visibilidade da empresa no mercado, e a conquista de parcerias que alavancaram os resultados, tais como: conquista da edição da revista universitária da Puc/PR, revista para toda rede de Colégios Marista, revista para Farmácias Nissei, revista Viver, dentre outras, além dos patrocínios de empresas renomadas, aumentando a receita da Ruah, o que possibilitou contratação de mais profissionais especializados e capacitados como: repórteres, designs, etc.
  •  Com a mudança de jornal para revista, que a princípio era somente a Revista Viver para o público da maturidade, tal público, se sentiu mais confortável com esta nova forma de comunicação, e surgiu a necessidade de disponibilizar a assinatura deste veículo, que atualmente é distribuído em todo Brasil.
  • As informações tornaram-se mais claras, dinâmicas e transparentes; fluindo em tempo hábil para tomada de decisões;
  • A empresa passou a se posicionar de forma mais competitiva, passando a criar diferenciais e planos de fidelização a partir de informações precisas e instantâneas;
  • O tratamento e relacionamento com o cliente foi reavaliado, criando-se a visão de relacionamentos de longo prazo;
  • Melhora nos relacionamentos interpessoais;
  • Os ruídos internos e externos diminuíram significativamente;

 Outras ações sugeridas:

  • Treinamento e capacitação constante da equipe;
  • Maior vínculo com os clientes (patrocinadores) através de visitas periódicas;
  • Pesquisas de satisfação dos clientes;
  • Agir com previsibilidade.
Amigos da Ruah Editora - Revista Viver Curitiba
Amigos da Ruah Editora – Revista Viver Curitiba

 Revistas – Portfolio